Veja como procedimentos estéticos e cirurgias plásticas podem se aliar à transição de gênero
RODNAE Productions/Pexels
Veja como procedimentos estéticos e cirurgias plásticas podem se aliar à transição de gênero


A adequação corporal é um dos processos que pessoas trans recorrem quando começam a realizar a transição de gênero. A terapia hormonal e as  cirurgias de redesignação sexual são os caminhos mais buscados, já que, além de serem os procedimentos mais populares, eles podem ser realizados de forma gratuita no Brasil.

No entanto, existem outros tipos de cirurgias estéticas que podem auxiliar na adequação corporal. Os procedimentos mais conhecidos neste sentido são as próteses mamárias, para mulheres trans e travestis, e a mastectomia masculinizadora , para homens trans e pessoas transmasculinas; mas não são os únicos. Conheça quais outros procedimentos podem ser buscados por pessoas trans para fazer adequação corporal. 

É importante ressaltar que todos os procedimentos existentes para auxiliar na transição de gênero são opcionais. Isto porque cada pessoa trans pode optar por se parecer ou se expressar da forma que for mais confortável e mais próxima do que querem ser. Com isso, todas as formas de expressões e de corporalidades trans são válidas.

Procedimento de harmonização facial

O cirurgião dentista Diogo Branco afirma que os procedimentos ligados à harmonização facial são diversos e podem contribuir de muitas formas para a adequação corporal, seja para mulheres trans, travestis, homens trans ou pessoas transmasculinas. O preenchimento da mandíbula, no entanto, é considerado o mais útil.

"De acordo com o visagismo, que estuda os formatos, impressões e emoções que a face transmite, o rosto quadrado é considerado mais masculino. Portanto, o preenchimento da mandíbula pode ser considerado para homens trans", explica o especialista.

Por outro lado, rostos ovalados e sem ângulos definidos são considerados mais femininos. O preenchimento labial, que confere efeito mais desenhado e com contornos mais marcantes à boca, e preenchimento de malar, para salientar a maçã do rosto, também são técnicas bastante usadas para deixar o rosto com um formato mais feminino.

Branco reforça que essas noções são interpretadas no visagismo como mais femininas ou mais masculinas, mas nada impede que homens trans optem pelo preenchimento labial e mulheres trans pelo preenchimento de mandíbula, por exemplo.

Caso seja desejado mexer no nariz sem a necessidade de recorrer à rinoplastia, a rinomodelação é uma opção. Isso porque o procedimento é mais simples e menos invasivo, sem necessidade de cirurgias. “Quando visto de perfil, um nariz mais reto é mais masculino, e se ele tiver uma ponta bem empinada acaba ficando mais feminino. Essas são as diferenças e parâmetros usados pelos cirurgiões plásticos há muitos anos”, aponta o médico.

Todos os preenchimentos da harmonização facial são realizados com ácido hialurônico e a quantidade de aplicação depende do rosto e da demanda de cada pessoa. No geral, os procedimentos são rápidos, fáceis e não requerem anestesia geral. Por vezes, podem ser aplicadas anestesias locais.

O dentista explica que a recuperação é simples e o paciente pode seguir vida normal, sem necessidade de repousos. Só é necessário que o paciente não faça atividades físicas com exposição ao sol pelas próximas 48 horas e envie fotos do rosto ao médico para verificar o resultado. A harmonização facial é contraindicada para quem tem doenças sistêmicas e autoimunes, grávidas e lactantes.

Branco insiste que os procedimentos devem ser realizados com profissionais que tenham conhecimento anatômico e estudo sobre as práticas. “Hoje existem menos riscos e nós, profissionais, temos muito embasamento em relação a possíveis intercorrências que podem acontecer”, avisa. Um dos riscos conhecidos relacionados à cirurgia é de necrose, que são muito menos recorrentes nos dias de hoje e ocorrem quando o procedimento não é feito corretamente ou o material é impróprio.

Redução de Pomo de Adão

Buscada por mulheres trans e travestis, a redução do Pomo de Adão visa diminuir a protuberância da cartilagem da tireóide, que pode ser retirada ou raspada. A cirurgia pode ser feita com anestesia geral ou local, já que é necessário fazer uma incisão na região.

Leia Também

Leia Também

(Continue lendo logo abaixo)

Leia Também

De acordo com o relato de diversos pacientes, a retirada é indolor, mas há chances de desconfortos na cicatriz e rouquidão nas próximas 48 horas. Para recuperação, é recomendado evitar atividades físicas até a segunda semana, fazer repouso de voz e cobrir a cicatriz nos três primeiros dias. Pode ser necessário repouso total por até dois dias.

Round Glúteo

O procedimento estético tem como intuito trabalhar a região dos glúteos, deixando-os mais empinados e melhorando o aspecto de celulites e flacidez. O iG Queer já apurou sobre o Round Glúteo e constatou que o procedimento pode deixar o aspecto do bumbum parecido com o da Pabllo Vittar ; além de ter sido feito por estrelas como Claudia Raia e Juju Salimeni.

Essa técnica estética é considerada simples tanto na realização como na recuperação. O resultado é obtido por meio de aplicação de bioestimulantes e preenchedores de ácido hialurônico, que atuam na produção de colágeno do bumbum.

Depois da realização do Round Glúteo, é importante adotar cuidados como: evitar o uso de calça jeans; não aplicar cremes (ao menos que sejam recomendados pelo médico); não realizar depilação nas primeiras 24 horas; e não usar esfoliantes e buchas na hora do banho.

Lipoescultura

Para moldar o corpo de maneira desejada, é comum que se recorra a procedimentos estéticos de modelagem. A lipoescultura é capaz de aprimorar o contorno corporal usando a gordura localizada ou mal distribuída no organismo. Esses excessos são retirados e reinseridos nas regiões onde o contorno será realizado.

Luís Felipe Maatz, cirurgião plástico, explica que a técnica mescla a lipoaspiração e o enxerto de gordura. Primeiro, excessos de gordura são retirados por cânulas de sucção. Depois, são preparadas e reaplicadas nas regiões desejadas.

“Assim que esta gordura é enxertada, o tecido adiposo começa a exercer as funções fisiológicas da mesma maneira que na região de origem. O mais interessante na lipoescultura é que, se a pessoa engordar, as células de gordura enxertadas acompanham o formato do corpo do paciente, mantendo seu contorno”, explica o especialista. A lipoescultura não é indicada para pessoas que querem emagrecer ou pessoas com obesidade.

Procedimentos para melhorar aspecto das pernas

A realização de procedimentos estéticos nas pernas é opção para quem quer deixar as pernas mais grossas e menos flácidas. Uma das opções é a aplicação de prótese na panturrilha, que têm propósito tanto estético como de correção genética ou devido a acidentes.

Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional de Cirurgia Plástica, explica que a cirurgia, que dura em torno de duas horas, consiste na aplicação de próteses de silicone na batata da perna para deixar os membros mais sinuosos, adicionando harmonia à silhueta. É comum que seja aplicada anestesia peridural e que o paciente passe um dia internado. A recuperação consiste em repouso total por cinco dias.

Já a dermolipectomia de coxa é opção para quem quer deixar esse membro mais rígido e obter mais contorno. Também é realizada em pessoas que passam pelo efeito sanfona; ou seja, períodos recorrentes de ganho e perda de peso. O procedimento consiste na remoção do excesso de pele flácida e tem resultado definitivo, que deve ser alcançado após seis meses, quando acontece a cicatrização total e os tecidos se acomodam na região.

Por ser um procedimento estético mais complexo, a anestesia pode ser peridural ou geral e a internação é mais longa: pode ser de até 48 horas, dependendo da orientação do médico e do ritmo de recuperação do paciente.

A recuperação inclui evitar movimentos excessivos, principalmente ao abrir as pernas. Isto porque a cicatriz fica perto da virilha e não pode ser forçada. O impacto natural da gravidade ou do caminhar pode fazer com que a cicatriz fique mais larga nos primeiros meses, o que é comum. Se houver menos tração, menor será esse alargamento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários