Edu França compartilhou um pouco do processo de gestação nas redes sociais
Reprodução/Instagram
Edu França compartilhou um pouco do processo de gestação nas redes sociais

Edu França, homem trans e psicanalista, tem compartilhado nas redes sociais a trajetória de gestação da filha Teresa, que nasceu em abril. Como pessoa que gesta, ele destacou a importância do apoio durante esse período nas postagens. Nesta terça-feira, ele publicou um relato sobre o processo do parto em si. 

“Eu passei minha gestação ouvindo mulheres me dizendo o quanto o trabalho de parto era transformador e que seria um momento que eu levaria para vida. Admito que pensei que essas falas nada mais eram do que fruto de uma romantização da gestação e maternidade. Hoje, 20 dias após o nascimento de Teresa, não há um dia sequer que não pense no parto e que meu olho encha de lágrima”, começa Edu. Ele continua: “Eu gritei socorro várias vezes e pedi por cesária várias outras, e graças ao amor e companheirismo que estavam ao meu lado eu consegui entender que isso era parte do processo”. 

Para finalizar, ainda ressalta como parto foi importante para ele e como isso impactou em sua vivência como um todo. “Veja bem, parir dói. Mas hoje eu entendo a fala daquelas que me diziam que seria transformador”.

Agora você pode acompanhar o iG Queer também no Telegram!  Clique aqui para entrar no grupo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários