Pôster de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura
Reprodução
Pôster de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

A Arábia Saudita exigiu que a Disney cortasse todas as cenas com “referências LGBTQ” presentes no filme da Marvel “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” antes dele ser exibido no país. Porém, a empresa se recusou a fazer alterações na obra.

Segundo o The Guardian,  a edição que excluiria as cenas somam 12 segundos, todas formadas por trechos em que a personagem America Chavez, interpretada por Xochitl Gomez, que dá vida a uma heroína lésbica, fala sobre suas duas mães.

“É apenas ela falando sobre suas mães, porque ela tem duas mães”, disse Nawaf Alsabhan, supervisor geral de classificação de cinema da Arábia Saudita: “E estando no Oriente Médio, é muito difícil aprovar algo assim".

"Enviamos a solicitação para a distribuidora e a distribuidora nos encaminhou para a Disney, mas a Disney não está disposta" a realizar as mudanças propostas, adicionou Alsabhan, que também negou as informações de que o filme seria proibido no país: “Não há razão para proibir o filme. É uma edição simples… Até agora eles se recusaram. Mas não fechamos a porta. Ainda estamos tentando”, complementa.

As pré-vendas de ingressos foram interrompidas na Arábia Saudita, Kuwait e Catar, mas ainda estão disponíveis nos Emirados Árabes Unidos.

Leia Também

Leia Também

A comunidade LGBTQIAP+ na Arábia Saudita não é amparada por direitos, sendo vistos como subversivos e ilegais no país , isso se deve porque as leis sociais sauditas são influenciadas fortemente pelos costumes ultraconservadores do islamismo. A lei faz com que muitos sofram com  prisão, multas, castigo corporal, flagelação, chicotadas e até mesmo a pena de morte.

Embora a decisão final não tenha sido tomada por ambos os lados, há grandes chances do filme realmente ser proibido no país, caso a Disney não ceda às exigências da Arábia Saudita. O mesmo ocorreu com o filme “Eternos”, da diretora Chloé Zhao em 2021, pois a companhia não editou as cenas do super-herói gay Phastos, interpretado por Brian Tyree Henry e de sua família .

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura é dirigido por Sam Raimi e tem Benedict Cumberbatch como Doutor Estranho, ao lado de Elizabeth Olsen como Feiticeira Escarlate. Eles se juntam a Chiwetel Ejiofor, Benedict Wong, Rachel McAdams e Xochitl Gomez. A estreia nos cinemas acontece em 5 de maio de 2022. 


Agora é possível acompanhar todas as notícias do iG Queer:  é só entrar no nosso grupo do Telegram.

** Julio Cesar Ferreira é estudante de Jornalismo na PUC-SP. Venceu o 13º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão com a pauta “Brasil sob a fumaça da desinformação”. Em seus interesses estão Diretos Humanos, Cultura, Moda, Política, Cultura Pop e Entreterimento. No iG, é estagiário de Último Segundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários