Elliot Page divulga foto de personagem na terceira temporada de Umbrella Academy
Reprodução/Instagran
Elliot Page divulga foto de personagem na terceira temporada de Umbrella Academy

Vanya Hargreeves, personagem interpretada por Elliot Page em “Umbrella Academy”, assim como o ator, está passando por uma transformação e se assumirá como homem transgênero na terceira temporada da série da Netflix.

O próprio ator anunciou em suas redes sociais a transição do personagem, com uma foto do personagem na série. “Conheçam Viktor Hargreeves”, escreveu Elliot na publicação. O perfil oficial do serviço de streaming compartilhou a postagem: “Bem-vindo à família, Viktor – estamos muito felizes por você estar aqui!”.

Elliot Page se assumiu trans em dezembro de 2020, está previsto ainda o lançamento de um livro escrito pelo ator, no qual contará memórias detalhando a experiência de transição de gênero. O título do livro será “Pageboy”, em parceria com a editora Flatiron Books.

Em fevereiro, a editora divulgou a sinopse da obra: “O livro de memórias aprofundará o relacionamento de Page com seu corpo… suas experiências como uma das pessoas trans mais famosas do mundo, e cobrirá saúde mental, agressão, amor, relacionamentos , sexo e a fossa que Hollywood pode ser”.

Na última segunda-feira (28),  Elliot Page esteve presente na cerimônia do Oscar, no qual concedeu o prêmio de Melhor Roteiro Original. O ator esteve ao lado de J.K. Simmons e Jennifer Garner, em celebração aos 15 anos do filme “Juno”, que venceu na mesma categoria em 2008. Apesar de curta e sem discurso, a postura do ator foi considerada “mais feliz, confortável e confiante” pelo público.

Leia Também

A terceira temporada de “The Umbrella Academy” tem estreia prevista para 22 de junho, na Netflix.

A transição de gênero

Na época, o ator publicou uma carta aberta anunciando sua transição.  “Eu me sinto sortudo por estar escrevendo isso. Estar aqui. Ter chegado a este lugar na minha vida”, escreveu. “ Sinto uma imensa gratidão pelas pessoas incríveis que me apoiaram ao longo desta jornada. Eu não posso começar a expressar o quão notável é finalmente amar quem eu sou o suficiente para buscar meu eu autêntico.”.

“Eu amo ser trans. E eu amo ser queer”, continuou. “E quanto mais eu me mantenho perto e abraço totalmente quem eu sou, mais eu sonho, mais meu coração cresce e mais eu prospero.”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários