Maioria das pessoas contra presença de casais gays em comerciais televisivios
Monstera/Pexels
Maioria das pessoas contra presença de casais gays em comerciais televisivios

Uma pesquisa Datafolha divulgada no último dia 25 aponta que 51% da população brasileira se posiciona contra a presença de casais homoafetivos em comerciais televisivos. Cerca de 74% de quem é contra afirmou ser eleitor de Jair Bolsonaro (sem partido), o que equivale a 3 em cada 4 eleitores do presidente.

Em torno de 45% das pessoas entrevistadas discordaram totalmente ou em parte com a frase; 2% dizem que não sabem. De acordo com quem não concorda, esse tipo de propaganda deve ser proibida para "proteger as crianças".

Entre a população que mais concorda, 55% são homens, 57% são menos escolarizados e mais de 60% são evangélicos. A concordância é menor entre mulheres (48%) e pessoas que cursaram o ensino superior completo (39%).

O levantamento ouviu 3.666 pessoas entre 13 e 16 de dezembro para analisar o posicionamento da população sobre afirmações que retratam temáticas abordadas atualmente no debate social. A maioria afirma que opiniões racistas não são de direito e 44% concorda que Brasil pode se tornar país comunista após a eleição.

O tema gera movimentações no Brasil e em todo mundo atualmente. Em abril deste ano, a  Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) chegou a votar o PL 504, que baniria propagandas com LGBTs por "mostrar práticas danosas" e ser "má influência" para crianças. O projeto, no entanto, foi arquivado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários