Os atendimentos são feitos de segunda à sexta-feira
Marta Branco/Pexels
Os atendimentos são feitos de segunda à sexta-feira

A partir desta segunda, 13, o Ceará passa a contar com o Centro Estadual de Referência LGBT+ Thina Rodrigues, onde serão realizados atendimentos que podem ser agendados para ocorrer presencial ou remotamente, de segunda à sexta-feira, das oito da manhã às 17h. Os interessados podem acessar o endereço de e-mail ([email protected]) para conseguir informações sobre os direitos da população LGBT do Ceará e receber instruções de como denunciar episódios de LGBTfobia.

“O Centro é uma reivindicação histórica da população LGBT+ cearense. Somos o único centro estadual de referência no País, com serviços completos e com a estrutura adequada. Somos, de fato, referência para todo o Brasil”, declarou Silvinha Cavalleire, coordenadora do Centro Estadual de Referência LGBT+, para o jornal ‘O Povo’. O equipamento é responsabilidade da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

O nome do espaço é uma homenagem a Thina Rodrigues, travesti e militante dos Direitos Humanos. Ela é natural de Brejo Santo e atuou na defesa ao direitos das pessoas trans e travestis em todo país, além de ter sido precursora do movimento transgênero do Estado e, junto com Janaína Dutra, fundou e presidiu a Associação de Travestis do Ceará (Atrac). Durante a última entrevista que prestou antes de vir a óbito em junho de 2020, Thina comentou sobre como gostaria de ser lembrada: “Apenas como uma pessoa simples, lutadora, ativista e militante, que vai ficar muito feliz quando as travestis e trans forem aceitas de forma plena”. 

*Com conteúdo do jornal O Povo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários