Victor Missasse (Minas Gerais), Nathan Sousa (Rio de Janeiro) e Dominy (Ceará) são três dos 30 representantes brasileiros no concurso de beleza Mister Brasil Trans
Reprodução
Victor Missasse (Minas Gerais), Nathan Sousa (Rio de Janeiro) e Dominy (Ceará) são três dos 30 representantes brasileiros no concurso de beleza Mister Brasil Trans


Entre os dias 6 e 10 de novembro, acontece em São Paulo a primeira edição do concurso Mister Brasil Trans, que vai eleger o homem trans mais bonito do Brasil. O intuito do evento é promover representatividade de pessoas transmasculinas e levará em conta ativismo, empoderamento e presença em causas sociais brasileiras para eleger ganhador.


Com coordenadoria de Cah Bandeira Figueiredo, o concurso foi criado para promover inclusão de homens trans e pessoas transmasculinas na indústria da moda e representar a beleza desta comunidade, já que esses espaços são majoritatiamente reservados a pessoas cisgênero. Com isso, espera-se ainda visibilizar demandas dessa população transgênero e favorecer a ocupação desses espaços.

“O concurso assume posição de grande evento de ativismo LGBTQIA+ , explorando esferas da luta contra o preconceito, visibilidade trans, beleza, moda, saúde e responsabilidade social, para além dos reflexos individuais”, afirma a organização do Mister Brasil Trans.

Leia Também


São 30 participantes de todo Brasil que, durante todos os dias do evento, vão atuar com o objetivo de subverter os padrões da indústria e ampliar os caminhos para outras pessoas transmasculinas. Cada um dos candidatos vão abordar tópicos como suas identidades múltiplas, culturas, ações sociais e políticas públicas.

A final do concurso vai acontecer no dia 9 de novembro no Teatro Santo Agostinho, no bairro da Liberdade. O valor dos ingressos para o concurso será convertido em doações para a Casa Florescer, que acolhe mulheres trans e travestis em São Paulo, e a Casa João Nery, que será inaugurada e acolherá homens trans e pessoas transmasculinas. Também é possível participar com rifas no valor de R$15 por número com prêmio de R$300 em dinheiro.

A organização informa que todos os protocolos de segurança serão seguidos pelo evento investido em vacinação de todos os participantes, jurados, técnicos e do público. Serão distribuídos kits com álcool em gel e máscara aos candidatos desde o primeiro dia do evento. Grande parte das provas antes da noite de coroação serão realizadas sem aglomerações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários