Brasil é o país que mais mata LGBTQIA+
Divulgação
Brasil é o país que mais mata LGBTQIA+

Um estudo divulgado na última semana de junho, mês dedicado ao Orgulho LGBT+, mostrou que mais de um quarto dos estados brasileiros não mencionam a população queer em seus Planos Plurianuais (PPAs) - que estão previstos na Constituição e estabelecem as diretrizes, objetivos e metas dos governos.


Segundo os dados do levantamento A visibilidade da população LGBTQIA+ nos instrumentos de planejamento do Estado brasileiro , feito pelo instituto República.org, os estados que não citam a população LGBTQIAP+ em suas diretrizes de governo são: Mato Grosso, Amazonas, Amapá, Rondônia, Roraima, Tocantins e Santa Catarina. 

O levantamento também apontou que apenas quatro estados possuem programas de capacitação de servidores para atendimento da população LGBT+. Nordeste e Sudeste são as únicas regiões em que todos os estados fazem menção à população queer em seus PPAs.

Agora você pode acompanhar o iG Queer também no Telegram!  Clique aqui para entrar no grupo . Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários