Cantora gospel Bruna Karla é rebatida por Anitta
Reprodução/Instagram 18.06.2022
Cantora gospel Bruna Karla é rebatida por Anitta

As declarações homofóbicas da cantora gospel Bruna Karla em entrevista a Karina Bacchi no podcast "Positivamente"  continuam gerando muita repercussão na mídia e Anitta não deixou de rebater o que foi dito. Declaramente praticante do candomblé, a pop star brasileira fez um post em seu Twitter nesta sexta-feira (17) dizendo que sua religião está aberta para todo tipo de pessoa, gênero e sexualidade.

"E não me mande respeitar alguém que não respeita os outros. Ponto. Se você não me respeita eu não te respeito de volta. E um beijooooo. Porque na minha religião e na minha cultura pode ter gay, travesti, trans, mulher com mulher... e aí, tá respeitando a minha? Então vai-te pro c*@#!", começou.

"Não, não tenho paciência. Não existe religião, cultura ou bíblia que possa dizer pra um ser humano que Deus está te pedindo para repudiar os outros dessa maneira", continuou.

Em seu discurso, Bruna disse que "respeita a cultura" dos gays, mas que eles andam em um caminho "de condenação e morte eterna" simplesmente por serem homossexuais. Anitta também rebateu essas afirmações:

"Gente, de uma vez por todas: repudiar LGBTQ+, desejar a 'cura ou morte', desejar o fim, a aniquilação de pessoas LGBTQ ou proibir pessoas LGBTQ+ de transitar num ambiente ou de serem eles mesmos não é cultura. Não existe 'respeite a cultura do outro' porque isso não é cultura", declarou ela que deixou de seguir a cantora gospel. 

Além de Anitta, anônimos e outros famosos como Ludmilla , Camilla de Lucas e Gil do Vigor têm feito críticas às palavras da evangélica. Bruna Karla, inclusive, limitou os comentários do Instagram para reduzir o impacto dos ataques na web.


Agora você pode acompanhar o iG Queer também no Telegram ! Clique aqui para entrar no grupo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários