Grag Queen na apresentação final do
Reprodução/Instagram
Grag Queen na apresentação final do "Queens of the Universe"

Grag Queen está desfrutando de seu grande sucesso entre os fãs de música LGBTQIA+. A cantora brasileira, natural de Canelas, no Rio Grande do Sul, divulgou há uma semana seu novo single, "Party Everyday" e agora está rodando o Brasil para apresentar o trabalho. Ela apresenta seu show pela primeira vez com canções autorais e de outros artistas no palco do clube Pink Flamingo, neste sábado (26), que celebra os três anos da abertura da casa. 

A gaúcha venceu o reality show internacional “Queen of the Universe” , disponível para assistir no serviço de streaming Paramount Plus e dirigido pelos produtores de RuPaul's Drag Race, e - em conversa com o iG Queer - ela diz que a música sempre esteve em sua vida, mas se tivesse perdido a disputa, talvez até o novo single fosse diferente.

"Provavelmente eu estaria escrevendo coisas para mim em versos jogando para o universo que 'tudo é possível'. Descobri que isso ajuda muitas pessoas em diversas situações. Comunicar com minha arte sempre foi o maior objetivo", comenta.

Grag lembra que a arte Drag entrou em sua vida exatamente pelo movimento enorme e aquele 'boom' drag que teve em 2017 que me mostrou que seria possível fazer parte de um cenário em que as pessoas faziam sua arte livremente.

"Obviamente com um grande incentivo da Mama Ru [RuPaul] que, com o programa, deixava a arte drag cada vez mais acessível e interessante de se fazer… Quem diria, né?", se diverte seguida de uma gargalhada. 

Leia Também

No programa, ela faturou um prêmio de US$ 250 mil, o equivalente a R$ 1,4 milhão, e logo depois fez uma parceria de sucesso com Ruxell e Pablo Bispo em "Party Everyday".

"Foi surreal! Essas lendas já estavam nas paradas de sucesso antes mesmo de eu saber passar um lápis de olho. Como fã e artista, eu tinha lapsos de realidade de 20 em 20 minutos, não só trabalhar com eles, mas receber aprovação e ver o 'match' se formando, realmente mudaram a minha vida artística", avalia.

Os ingressos para assistir ao primeiro show de Grag após o reality estão sendo  vendidos pelo site da Sympla e a Pink Flamingo fica Rua Rodolfo Dantas, 16, Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Agora é possível acompanhar todas as notícias do iG Queer: é só entrar no nosso grupo do Telegram !

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários