Isabel Torres é figura importante para pessoas trans na Espanha
Reprodução
Isabel Torres é figura importante para pessoas trans na Espanha

A atriz e apresentadora Isabel Torres, 52, está enfrentando um câncer de pulmão e descobriu que tem mais dois meses de vida. Diante do diagnóstico, ela postou um vídeo de despedida no Instagram, ao qual ela se referiu na legenda como seu último vídeo. A atriz estava desde 2018 lutando contra o câncer e teve uma recaída este ano. Ela precisou voltar a fazer quimioterapia.

Recentemente, ela fez parte do elenco da série "La Veneno" , que retrata a vida da atriz, cantora e prostituta trans Cristina Ortiz Rodriguez. Isabel interpretou a versão mais velha de Cristina. A série fez muito sucesso em todo mundo.

Além do sucesso em "La Veneno", Isabel é considerada uma das figuras centrais do movimento trans na Espanha. Ela foi a primeira mulher trans a se candidatar a Rainha do Carnaval de Las Palmas de Gran Canaria. Também foi a primeira a retificar sua documentação com a identidade de gênero feminina nas Ilhas Canárias, em 1996.

Foi figura central para abrir espaços para pessoas trans na mídia. Em 1997, foi capa da revista Interviú e, nos anos seguintes, participou e apresentou diversos programas de televião.

Leia Também

“Este é o último vídeo que farei para os meus seguidores, para todos os meus fãs. Tenho estado muito doente e gostaria de contar como estou me sentindo", começou a atriz. Ela revelou que teve mais algumas metástases nos ossos e foi internada. Isabel diz que está na casa de uma amiga próxima, Maru, que está cuidando dela.

"No início eles me deram dois meses de vida. Vamos ver se supero isso. Se eu superar, tudo bem; se não, tudo bem também. O que podemos fazer, a vida é assim", conta Isabel, que emenda afirmando que perdeu um primo para a doença recentemente.

Isabel aproveitou para agradecer o carinho e apoio das pessoas que a acompanharam: fãs, familiares, primos, a amiga Maru e sobrinhos. "Este vídeo é para dizer a todos que eu os amo muito. Vocês não sabem como me dói, A dor é a pior coisa que tenho, mas é o que é. Gostaria de agradecer a todos por tudo que vocês fizeram por mim. A vida é tão linda e precisam vivê-la. Se eu sair dessa, vou me reconectar. Se não, vai ser um prazer viver essa bela experiência que se chama vida", concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários