Isabel Torres, Daniela Santiago e Jedet Sánchez interpretam Cristina Ortiz em
Divulgação
Isabel Torres, Daniela Santiago e Jedet Sánchez interpretam Cristina Ortiz em "La Veneno"



A série "La Veneno", da HBO Max, conduz o espectador a um verdadeiro deleite para quem quer aprender a fundo sobre o universo das transexuais. A trama, ainda inédita no Brasil, é baseada na história da atriz, cantora, apresentadora e prostituta espanhola que fez sucesso na década de 1990 ao ser descoberta por uma jornalista fazendo programas na rua.

A direção da série é da dupla Javier Calvo e Javier Ambrossi, conhecidos como Los Javis, e o roteiro é baseado no livro "¡Digo! Ni puta, ni santa. Las memorias de La Veneno", da jornalista Valeria Vegas, que também é uma das protagonistas da trama. Ao todo, são oito episódios que envolvem emoção, histórias reais e lágrimas mesmo para quem nunca viveu algo semelhante na vida.


"La Veneno" é uma história corajosa que narra a vida de Cristina Ortiz/Joselito, interpretada na juventude pela atriz (quase irreconhecível) Jedet Sanchéz, quando começou a se entender como uma mulher transexual. Ao mesmo tempo, em um "vai e vem" dos anos, o público também acompanha a história de Valeria, interpretada pela atriz trans Lola Rodríguez, que é uma estudante de jornalismo e passa pelo processo de transição.

A série é que ela não usa atores masculinos para interpretar as protagonistas nem mesmo quando elas ainda se identificavam como homens. O trabalho de pós produção nos dá a ilusão de que Valeria não tem seios voluptuosos quando ainda é um garoto e garante mais veracidade à história, evitando o transfake .

O livro
Reprodução
O livro "¡Digo! Ni puta, ni santa. Las memorias de La Veneno" (2016) escrito por Valeria Vegas


Você viu?

Vida real e ficção

Outro ponto alto da série é a primorosa atriz Paca La Piraña, que interpreta ela mesma no papel da melhor amiga de Veneno. O sucesso foi tão grande que a produtora Atresplayer Premium decidiu produzir a minissérie "Paca la Piranha, me diga?, na qual a artista discute com humor diversos assuntos.

Os diretores da trama se esforçaram ao máximo para reproduzir com riqueza de detalhes todos os vídeos sobre Veneno que pairam em plataformas como o Youtube. O primeiro deles é o momento em que Cristina é descoberta em um parque, se prostituindo, e é entrevistada pela jornalista Faela Sainz, vivida por Lola Dueñas, que - infelizmente - desaparece na trama. O reencontro de Veneno com seus pais em um programa de televisão também chama a atenção pela riqueza de detalhes: na situação verdadeira, a mãe fala algo ao ouvido da filha já famosa, mas que nunca foi revelado. No filme, a dupla Los Javis mostrou exatamente o que foi dito naquele dia.

A série ainda não está disponível em nenhuma plataforma de vídeos, mas é possível encontrar em sites que compartilham série e vídeos estrangeiros.


Veja o trailer:



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários