Escola cristã faz post atacando campanha do Dia do Orgulho do Burger King
Reprodução/Instagram
Escola cristã faz post atacando campanha do Dia do Orgulho do Burger King

O Burger King publicou quarta-feira (23) sua campanha para o Dia do Orgulho LGBTQIA+ . Inspirado na pergunta mais comum sobre como explicar isso para uma criança - feitas especialmente sobre quem é  contra a comunidade queer -, o vídeo traz crianças respondendo ao questionamento. 



A campanha teve uma repercussão positiva nas redes. Só no Twitter, o vídeo tem mais de 133 mil curtidas, cinco mil comentários e e 28 mil compartilhamentos. Estes são algum dos comentários:


Você viu?

Em meio a comentários positivos, muitas críticas à campanha surgiram, especialmente do público cristão. 

Neste sábado (26), uma escola cristã da cidade de Camaragibe (PE) usou seu Instagram para se manifestar contra a campanha do Burger King. Na legenda, a equipe da escola disse que aquilo é um alerta aos pais, pois este é um dos muitos ataques que eles enfrentam todos os dias, sem estar preparados.

Eles também convidam os pais a participar do Centro de Treinamento dos Pais Cristãos para se armarem "contra estas e outras setas inflamadas pelo inimigo". O evento que vai oficializar a criação do Centro de Treinamento será em setembro de 2021, com a participação do pastor Tedd Tripp e sua esposa Margy Tripp.

Nas imagens usadas pela escola, eles alegam que o Burger King usou uma tática que busca enganar as sinapses cerebrais das crianças, promovendo a reeducação sexual. Eles destacam que é preciso conversar com os filhos, ler a bíblia com eles, fazer culto doméstico e buscar escolas com a mesma visão de mundo. Até o momento a postagem tem mais de 12 mil curtidas e 19 mil comentários.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários