Bandeira Trans
Reprodução
Bandeira Trans


A mãe de uma garota trans de 9 anos comemorou o fato da filha ter conseguido ter seu nome social no RG. O caso aconteceu no dia 15 de janeiro, em Jundiaí, em São Paulo, quando a família retirou o documento no Poupatempo da cidade.

"A cara de felicidade de quem tem seu direito reconhecido. A menina com seu primeiro RG e com nome social. Esse sorriso. Só respeita, respeita as crianças trans! Acolham, apoiem. É tão simples!!! Facilitem sua infância e juventude!", escreveu a mãe.

Desde agosto de 2019, o Poupatempo passou a entregar um novo modelo de RG que permite a inclusão do nome social, sem a necessidade de alteração no registro civil. O modelo sai com o nome social e traz o nome de registro no verso. Para que consiga o nome social no documento, o cidadão precisa assinar uma declaração durante o atendimento -- os menores de idade, como é o caso da menina, devem estar acompanhados de responsável legal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários