Glamour Garcia adia cirurgia de redesignação sexual
Reprodução/Instagram
Glamour Garcia adia cirurgia de redesignação sexual

Glamour Garcia iria passar pela cirurgia de redesignação sexual no começo de 2021, mas decidiu adiar o procedimento. A atriz, que denunciou sofrer ameaças do ex , explicou que tomou essa decisão porque estará com a vida profissional agitada no período em que iria ser operada. Ela também comentou que hoje em dia não acredita mais que é essa operação que vai validá-la como uma mulher.

"A cirurgia é muito importante para mim. Mas, hoje em dia, eu como uma mulher mais consciente e empoderada, culta e vivida, tenho consciência de que não é este processo que valida a minha cidadania e vivência. A cirurgia tem que ser feita de uma forma muito coerente e com saúde. Em março de 2021, estreio meu novo trabalho no teatro e ficou uma agenda incongruente. Não tem como eu me dedicar ao pós-operatório tendo uma temporada de espetáculo para estrear. Acabei optando por dar prioridade ao meu trabalho neste momento", explica Glamour em entrevista à Quem.

A atriz irá atuar na peça "Caderno Rosa de Lori Lamby", inspirada na obra da escritora Hilda Hilst. Ela conta que está animada para a empreitada e também faz uma balanço de como foi o ano de 2020, após ter bombado na novela "A Dona do Pedaço" e ter ido parar nos holofotes ao denunciar as agressões e ameaças do ex.

"Foi uma loucura para mim, o vale da sombra, mas de muito aprendizado. No começo do ano, estava naquela agenda de celebridade, do buxixo do fim da novela, as polêmicas da minha vida pessoal que caíram na mídia e, de repente, chegou a pandemia e não só brutalmente rompeu toda minha agenda, que estava cobrindo meu psicológico, e eu precisei reorganizar minha vida pessoal. Isso me cobrou uma demanda energética gigantesca", concluiu Glamour.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários