Jogador de futebol norte-americano é abertamente gay
Reprodução/Instagram @cm7md 26.07.2022
Jogador de futebol norte-americano é abertamente gay

O jogador de futebol gay norte-americano do San Diego Loyal, Collin Martin, 
afirmou que disputaria a Copa do Mundo do Qatar, caso seja convocado, para "honrar a comunidade". 

A presença da comunidade LGBTQIAP+ na Copa está em discussão, já que a homossexualidade é considerada ilegal no Qatar e punível em até sete anos de prisão. O país ainda enfrenta acusações sobre violação de direitos humanos durante a construção de estádios.

Para Martin, participar do torneio, sendo ele uma pessoa que se coloca publicamente como queer, seria uma forma importante de se posicionar e apoiar a comunidade.

"Eu definitivamente iria para a Copa do Mundo [do Qatar] se fosse convocado. Obviamente, isso é uma hipótese extrema, mas seria uma honra. Acho que tentaria honrar a comunidade de uma certa maneira e faria isso com respeito", afirmou o atleta em entrevista ao "The Sun".

O meio-campista ainda afirmou que, caso participe, irá "garantir que todos saibam que um jogador gay está participando da Copa do Mundo, que não há problema nenhum com isso e que precisa ser respeitado".

Martin pondera que outros grupos também estão com receio de comparecer ao país asíatico: "Há questões de direitos humanos em vários níveis, direitos das mulheres, como o país vê e aceita as mulheres. Obviamente, no meu caso, há uma preocupação genuína de segurança".

"Serei autorizado a jogar neste país se estivesse na Copa do Mundo?; Eu seria aceito?; Que tipo de abuso eu receberia dos torcedores nos estádios?. Acho que definitivamente há algum trabalho a ser feito e há preocupação, mas se as pessoas não podem ir aos estádios e sentem que não podem ir com seus parceiros, isso é um problema", finalizou o jogador.

Agora você pode acompanhar o iG Queer também no Telegram!  Clique aqui para entrar no grupo . Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários