Cara Delevingne
Instagram/@caradelevingne
Cara Delevingne

A modelo Cara Delevingne , 29, posou para a edição de agosto da revista British Vogue , em comemoração aos 50 anos da Pride de Londres, ao lado de outros 11 personalidades LGBTQIAP+ do mundo da moda, arte e ativismo, como a atriz  Cynthia Erivo e a drag queen Gottmik . Na entrevista à revista, Cara afirmou que "direitos trans e direitos das mulheres – são todos direitos humanos" e que é "trabalho de todos nós" assegurá-los.

Ela ainda completou dizendo que a luta em prol dos direitos LGBT+ não se restringue apenas às pessoas da comunidades: "Não se trata de 'Oh, não é meu trabalho porque não faço parte da comunidade'.


Em vídeo divulgado pela revista, a modelo afimou que enquanto crescia não havia muita representatividade queer. "Não via muitas pessoas como eu. Estou muito grata por poder ser uma dessas pessoas que representam [hoje em dia].


Cara Delevingne, que se considera pansexual, disse também que nunca 'saiu do armário' oficialmente, mas que a vontade de expressar seu amor publicamente a fez falar abertamente sobre sua sexualidade.

"Eu nunca saí ['do armário'] realmente. Na verdade, eu decidi que estava cansada de estar 'no armário', estava cansada de ter vergonha de quem eu amava e de quem eu era [...] Amor é amor, você deveria ser capaz de amar quem quiser", finalizou.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários