7 livros que exaltam vivências LGBT+ e inspiram respeito à diversidade

O Dia Internacional contra a LGBTfobia, comemorado hoje (17), tem o intuito de promover eventos e iniciativas globais em prol da conscientização sobre as violações dos direitos LGBTQIAP+

Em vista disso, o iG Queer separou sete livros que têm como foco as vivências da comunidade e ensinam muito sobre as demandas daqueles que fogem da cis-hétero normatividade

Miguel Trombini

“Bairro dos Corvos Elétricos” – Caluã Eloi

Reunindo elementos de mitologias celta, nórdica, egípcia e grega, a obra cria um universo instigante, cheio de suspense e magia, que combina uma aventura fantástica às múltiplas possibilidades de mundos. Em um universo de contradições, o autor, que se identifica como uma pessoa trans não binária, provoca diversas críticas sociais sobre poderes totalitários, machismo e abuso sexual, dando protagonismo, visibilidade e representatividade às mulheres e comunidade trans

Divulgação

“Segredos Obscuros” – Liliane Ribeiro

O livro relata a experiência de duas amigas que, apesar das diferenças de idade, cor da pele e orientação sexual, são inseparáveis. Sofia é carioca do Leblon, já Thaís acaba de ingressar na universidade e é vendedora de salgados nas praias. Nada poderia ser mais emocionante do que realizar o sonho de estudar fora do Brasil ao lado da melhor amiga e viver intensas paixões em plena pandemia. Contudo, a vida oferece surpresas e o sonho se torna um pesadelo quando elas se envolvem com uma organização criminosa internacional

Divulgação

“Camille & Camila” – Bella Prudencio

Durante este romance entre duas garotas, a autora escancara tópicos essenciais contemporâneos como os cuidados com a saúde mental, o enfrentamento dos preconceitos e o dilema da busca por aceitação interna e externa. Mesmo em diferentes momentos de suas caminhadas, as protagonistas criam uma conexão profunda e começam uma dança de luz e sombras após um encontro que parecia predestinado a acontecer

Divulgação

“A Magia Que Vem de Dentro” – Stefani Banhete

Este livro representa de forma positiva os relacionamentos entre membros da comunidade LGBTQIAP+. Para além da fantasia literária, o romance entre os protagonistas Evander e Tommy projeta o desejo de que o amor floresça na vida real de maneira leve e feliz, desprendido da intolerância. Cheia de pluralidade, dando protagonismo a personagens gays, demissexuais, pan e assexuais, a obra é um respiro reconfortante com pitadas de aventura e romance

Divulgação

“Nobelina” – Cibele Laurentino

Jovem negra matuta do interior nordestino, Nobelina é extremamente audaciosa. Ela busca estudo, liberdade e igualdade de gênero; uma verdadeira feminista em plena década de 1960. É esta protagonista inspiradora que dá nome e conduz o enredo do romance. Ao situar a história no Nordeste do Brasil, a autora quer mostrar que assuntos polêmicos como misoginia, machismo, homofobia e violência doméstica continuam presentes em todos os lugares

Divulgação

“Quando o Amor Tem Que Esperar” – Jocenara da Costa

Qual o peso dos julgamentos e do preconceito para as escolhas que fazemos na vida? Esta é a pergunta respondida neste romance espiritualista que conta a trajetória de uma família e relata a origem de tormentos passados entre gerações. A obra retrata a força de um amor verdadeiro interrompido pela importância dada a opiniões alheias e suas consequências na vida dos amantes e seus descendentes

Divulgação

“Projeto Axo: O destino de Helena” - Tadeu Fernandes

O protagonista é Thiago, um jovem bissexual que vive um relacionamento aquileano, que recebe um misterioso pedido de ajuda de Helena, uma criança de 11 anos que pede para ser salva juntamente de seu irmão, Gustavo. Mas Thiago não recebe o pedido de forma comum; ele o recebe em sua mente. Rapidamente, ele e os amigos entram de cabeça em uma outra realidade que até então nunca sequer cogitaram viver

Divulgação

Quer mais?

Agora você pode acompanhar todos os conteúdos do iG Queer pelo nosso canal no Telegram. Acesse o link abaixo para fazer parte

Miguel Trombini