Projeto de lei de placas contra a discriminação em Juiz de Fora, Minas Gerais, vai para o Executivo
Pexels/Alex Green
Projeto de lei de placas contra a discriminação em Juiz de Fora, Minas Gerais, vai para o Executivo


Nesta segunda-feira (27), o projeto de lei nº 92/2021 de Juiz de Fora, em Minas Gerais, que obriga a intalação de placas contra discriminação foi aprovado pela Câmara Municipal. PL foi debatida na última quinta (25) e agora será avaliada pelo Executivo.


Com autoria do vereador Júlio César Rossignoli (Patriota), também conhecido como Julinho, a propota vai exigir que as placas sejam instaladas tanto estabelecimentos, comércios e casas de festas como em edifícios particulares. Nela, constará as informações de proibição de discriminação.

De acordo com o texto do PL, o informe entende como discriminação atos ofensivos que estão ligados “a raça, sexo, cor, origem, orientação sexual, identidade de gênero, condição social, idade, deficiência física ou intelectual, ou doença não contagiosa”.

O vereador afirma que o Brasil ainda sofre com diversos casos de discriminação, apesar de ser conhecido como um país diverso. Em sua concepção, a Constituição Federal pode demorar para conseguir promover o bem de todas as pessoas de forma igualitária. "A vivência diária nos faz concluir que as determinações contidas na Carta Magna não são fielmente seguidas por todos", explica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários