O DiaTrans é o primeiro ambulatório para pessoas transgênero na região do ABC
Divulgação/Prefeitura de Diadema
O DiaTrans é o primeiro ambulatório para pessoas transgênero na região do ABC


Inaugurado hoje, 15, o Ambulatório DiaTrans, primeiro ambulatório de saúde integral da população trans e travesti, passará a funcionar em Diadema para atender o público do ABC paulista. Localizado no 2° andar do Quarteirão da Saúde (Avenida Antonio Piranga, 700), o ambulatório foi criado para atender a demanda da saúde física e mental das pessoas trans que residem na região, alinhada às propostas feitas pelos trabalhadores e usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) na 11ª Conferência Municipal de Saúde, realizada em Diadema em agosto. 

O serviço especializado (que já estava atendendo desde o dia 1° de setembro) disponibiliza às pessoas trans e travestis atendimento à saúde, acolhimento médico e de enfermagem, psiquiatria, psicologia e serviço social. A iniciativa é realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Coordenadoria de Políticas de Cidadania e Diversidades LGBTI+ e tem apoio do Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP, que funcionará como referência para as cirurgias e para a educação continuada permanente.


As crianças e adolescentes trans menores de 16 anos que procurarem os serviços do ambulatório serão encaminhados para o Projeto Sexualidade (ProSex), do Hospital das Clínicas, que realiza acompanhamento com essa faixa etária. Os jovens de 16 a 18 anos farão acompanhamento e atendimento direto no Ambulatório DiaTrans (vale lembrar que a procura pela terapia hormonal, por lei, só pode ser realizada por pessoas trans maiores de idade).

O DiaTrans oferece apoio à saúde física e psicológica para pessoas trans
Divulgação/Prefeitura de Diadema
O DiaTrans oferece apoio à saúde física e psicológica para pessoas trans


A Atenção Básica, acessada por meio da UBS (Unidade Básica de Saúde) continua sendo a porta de entrada para o acesso à rede municipal de saúde, incluindo o DiaTrans, então caso a pessoa trans busque a UBS, poderá ser diretamente referenciado ao ambulatório. O serviço funciona po livre demanda, sem necessidade de encaminhamento, e o Grupo de Entrada funciona às quartas-feiras, da uma da tarde às 19h da noite. De início, o usuário que procurar espontaneamente o serviço do ambulatório passa por um acolhimento com a vinculadora e depois por uma consulta admissional com a enfermeira e coordenadora do serviço. Os demais atendimentos funcionam de quinta-feira, das 8h da manhã às 19h da noite, e de sexta-feira, das 13h às 19h.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários