Deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP)
Michel Jesus/ Câmara dos Deputados
Deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP)

O deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP) foi condenado a pagar uma indenização de R$ 100 mil por ataques à comunidade LGBTQIA+. Segundo o colunista Rogério Gentile, do Uol, a Justiça de São Paulo condenou o político e pastor por danos morais coletivos.

O processo contra o deputado foi aberto pela ONG NG Abcd´s Ação Brotas pela Cidadania e Diversidade Sexual após manifestações de Feliciano sobre a Parada do Orgulho LGBTQIA+ de 2015. A promotora Anna Trota Yaryd cita na ação que o político exibiu na Câmara fotos com imagens "fake" que não tinham relação com o evento.

O juiz Douglas Ravacci determinou que Marco Feliciano ultrapassou os limites da liberdade de manifestação de pensamento. O magistrado também afirmou que o deputado "fomentou a a intolerância e discriminação, tudo sob apelo moral e religioso".

Feliciano diz que a decisão é um ataque ao Estado Democrático de Direito, pois está tentando calar um parlamentar. "Fiz, sim, duras críticas políticas e ideológicas sobre a atuação da comunidade LGBT, mas dentro dos limites impostos pela lei", diz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários