Ricky Martin falou sobre ataques homofóbicos
Reprodução
Ricky Martin falou sobre ataques homofóbicos


Rick Martin denunciou ataques homofóbicos  que recebeu após publicar fotos de um ensaio fotográfico com o marido, Jwan Yosef. O cantor afirmou que perdeu seguidores e recebeu comentários desrespeitosos nas publicações. 


"Há uma semana publiquei umas fotos com meu esposo para uma edição especial da revista CAP 74024. Para ambos foi uma experiência maravilhosa e uma maneira de celebrar nosso orgulho. O que não esperava, sobretudo depois de todo o trabalho que tem sido feito durante tantos anos, é que um grande número de pessoas decidiram deixar de nos seguir ou comentar de maneira desdenhosa", escreveu.

Você viu?

Martin disse que não está preocupado com o número de seguidores, mas com "a mensagem que está por trás das decisões". Segundo o artista, o episódio causou nele a mesma sensação que teve antes de assumir a homossexualidade publicamente em 2008, um medo "paralisante e atormentador". 

"Hoje vejo as fotos e o que sinto é uma paz plena de poder celebrar minha família como merecem. A me celebrar como sou, sem importar o que dirão", continuou. O ex-integrante do Menudo acrescentou que o medo, que antes o paralisava, hoje o incentiva a lutar em defesa da comunidade LGBTQIA+.

"O que mais desejo nessa vida é que todos possamos nos sentir livres, orgulhosos de nós mesmos, felizes, que sejamos amados, respeitados e aceitos. Que possamos expressar como nascemos, sem receber represálias ou sermos castigados. Não é justo seguir perdendo vidas valiosas por culpa de preconceitos e falta de educação", disse.

Ricky Martin finalizou a mensagem dedicando um recado aos que se sentem perdidos e desvalorizados, afirmando que há uma grande comunidade que irá recebê-los com braços abertos. "Vocês valem muito, não se esqueçam, por favor", escreveu. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários