Grindr desaparece do Apple Store chinês.
Reprodução
Grindr desaparece do Apple Store chinês.

O aplicativo norte-americano Grindr foi retirado da loja iOS chinesa, na semana passada. Buscas feitas em dispositivos Android também não mostraram resultados. No entanto, concorrentes locais do Grindr, como o Blued, permanecem acessíveis. Não está claro em que momento o Grindr desapareceu das lojas chinesas do Android, mas a empresa de pesquisa móvel Qimai registrou que sua versão para iOS foi removida no dia 27 de janeiro.

A remoção do Grindr ocorreu quando a China iniciou novos esforços para regular o conteúdo da Internet antes dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim. O governo chines anunciou uma campanha de um mês para reprimir rumores online, pornografia e conteúdo ilegal.

Alguns usuários do Grindr na China relataram problemas de conectividade nas últimas semanas, incluindo a incapacidade de enviar e receber mensagens ou adicionar curtidas. Em 2020, o proprietário chinês do Grindr, Beijing Kunlun Tech Co., vendeu o aplicativo para investidores por cerca de US$ 600 milhões. 

No ano passado, uma série de serviços de internet estrangeiros – incluindo Yahoo, LinkedIn, da Microsoft Corp., e Fortnite, da Epic Games Inc. – desistiram da China, citando um ambiente legal e de negócios cada vez mais desafiador. A China removeu a homossexualidade de uma lista nacional de transtornos mentais há cerca de duas décadas, mas os censores de Pequim reprimiram esporadicamente o entretenimento e o conteúdo com temas gays.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários