Atleta quer que esportistas saiam do armário
Reprodução/WorldAthletics
Atleta quer que esportistas saiam do armário


O atleta de marcha atlética Tom Bosworth, que se assumiu gay nas Olimpíadas de 2016, contou que o número pequeno de atletas abertamente LGBTs "não bate". Bosworth encoraja esportistas a "saírem do armário" e disse que se fizer, seria algo que "vai só beneficiar". 


Bosworth disse que compartilhar a sexualidade não mudou a vida pessoal e profissional, mas fez ele ver como o esporte está atrasado com a questão LGBTQIA+. "Não acredito que eu fiz tanto impacto quando fiz", diz. "Isso mostra como poucas pessoas fizeram o que fiz. Em países onde muitos esportes que são praticados e divulgados, mas não tem assumidos, não faz sentido", comentou. 

Você viu?

"Estou ciente de que atletas que hoje vivem abertamente, mas são muito poucos no nível mais alto representando o país", disse. Ele continuou: “Ainda parece, não um assunto tabu, mas apenas abafado. Quando você tem 11.000 atletas nas Olimpíadas e apenas 150 esportistas gays, homens e mulheres, simplesmente não faz sentido. ”

Tom pensa que assumir a sexualidade pode melhorar a performance dos atletas. Para o Daily Mail, Tom sugeriu que seria mais fácil para atletas de corrida em geral se assumirem, já que não têm publicidade ou tanta atenção. 

“Eu sempre digo que hoje em dia é tudo sobre ser visível”, disse ele. “Se você tem a sorte de ter um relacionamento com uma família que o apóia, em um país ou lugar onde viver abertamente é bastante seguro, eu realmente recomendo porque isso só vai beneficiar você e sua saúde mental, disse. 

“Você provavelmente terá um desempenho melhor também, porque não está preocupado com isso", comentou. "Ainda existe muito preconceito e você consegue idiotas nas redes sociais, então para os jogadores de futebol isso vai ser muito difícil de administrar e pode ser um período difícil”, disse ele.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários