Lorelay Fox
Reprodução/Instagram
Lorelay Fox


Lorelay Fox, uma drag queen que se monta há mais de 15 anos, e uma das influencer digital mais reconhecidas nas redes sociais, somando mais de 1,8 milhão de seguidores entre YouTube, Instagram e Twitter, em uma entrevista à Contigo, critica oportunismo de marcas no Mês do Orgulho LGBTQIA+ (junho).

"Eu entendo que existe esse movimento das marcas apoiarem e aparecerem mais nesse mês do ano, o que é bom. De todas as formas, acho que o saldo é sempre mais positivo do que negativo. O público consegue entender qual marca só aparece nesse mês e qual marca está com a gente o ano inteiro", comenta Fox.

"Cada vez mais, a partir dessa pressão, o público vai realmente enxergando isso. As marcas também percebem que nos apoiar só nessa época do ano não basta. No meio do ano é hora, sim, de nos apoiar, mas ao longo do ano também. Não é só trabalho publicitário, mas internamente também", continua a mesma. 

Você viu?

Ela comenta que fala muito com as empresas sobre a importância de apoiar e dar visibilidade para as pessoas LGBTQ+ para além desta época, para não consolidar oportunismo ."Se eles aparecem na época da Parada, precisam ter tido um trabalho interno, apoiado ONGs ao longo do ano, e tudo isso faz com que esse seja um movimento legítimo", explica a influencer.

Contudo, ela acredita que esta realidade vem mudando aos poucos pela pressão do público LGBT. "Eu acredito, mesmo, que as marcas estão melhorando nesse sentido. Quando eu comecei, há 6 anos, era muito mais escancarado que era só uma propaganda. Esse movimento, hoje, está muito mais maduro", declara ao canal Contigo.


Ela finaliza também abordando que as marcas que ela trabalha são gestadas por pessoas que levantam a bandeira nesse mês e que sabem que têm a responsabilidade de trabalhar nisso fora do marketing também, apoiando os LGBTQIA+ internamente e ao longo do ano.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários