Divulgação/Wincy Oyarce
"Niño Bien", do diretor de cinema Wincy Oyarce, é um dos 42 filmes que aborda gênero e sexualidade na mostra




Até o dia 20 de junho, a mostra on-line e gratuita ‘CUIR - Filme e Experimento - América Latina’ exibe obras do circuito independente de cinema e das artes visuais que têm como fio condutor explorar as configurações de gênero e sexualidade. Ao total, são 42 filmes e vídeos exibidos.

Você viu?

Os trabalhos da mostra também refletem sobre outros pontos como classe, raça, território e colonização. O festival foca nas experiências no continente latino-americano e tem contribuição de 30 artistas do Brasil, Argentina, Cuba, México, Chile, Colômbia e Uruguai.


As obras buscam dialogar sobre essas questões a partir de pontos de vista artísticos e políticos. Os filmes exibidos são distribuídos em circuitos locais e de maneira reduzida. Além disso, os artistas receberam permissão para colocar suas ideias em prática e provocar espaços de diálogo a partir de troca de experiência com realizadores.

A mostra CUIR acontece no mês de junho porque é o período anual em que se celebra o Mês do Orgulho, que reúne ações e eventos para debater e pensar questões de gênero. Além dos vídeos, a mostra conta com produções organizadas em dez programas, debates e encontros entre artistas, pessoas pesquisadoras e o público, que acontecem no canal do YouTube da CUIR .

A programação completa da mostra, bem como horários de exibição, está disponível no portal curifil.me . A mostra Cuir foi aprovada em editais da Lei Aldir Blanc, tendo curadoria do programador de cinema Luís Fernando Moura e produção de Ana Carolina Antunes. Não é necessário cadastro ou inscrições para acompanhar as atividades.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários